sábado, 30 de janeiro de 2016

[HQ] O SOL ESTÁ UMA LOUCURA!

A revista do Cebolinha n° 151 chegou nas bancas em Julho de 1985. Contendo 68 páginas e 13 histórias, o preço de capa era de Cr$ 2500 (dois mil e quinhentos cruzeiros). Considerando que o país já amargava um período ruim na economia, não era o que se possa dizer de algo baratinho. É claro que falo isso em relação à classe social mais baixa, aquela que infelizmente vive de um salário mínimo, na qual eu me incluo atualmente.

Já mostrei a HQ de abertura referente a chamada na capa  - "O GRANDE PINTOR". Agora, desejo compartilhar uma outra, um pouco menor, porém, igualmente divertida: "O SOL ESTÁ UMA LOUCURA!"

O Louco é um personagem que volta e meia aparece nas tramas do Cebolinha. Ele já contracenou com a Mônica também, mas confesso que o considero um personagem do núcleo do Cebolinha, uma vez que a maioria de suas histórias são com ele. Assim também considerava o Seu Juca que, infelizmente, não tem tido muito proveito atualmente.

O Louco apronta com o Cebolinha em tiradas bem engraçadas onde as coisas são levadas ao pé da letra ou em forma de trocadilhos, proporcionando situações muito confusas e curiosas. 

Veja, por exemplo, quando o Cebolinha o vê pegando o Sol. 

O Cebolinha diz: "Mas ele é o Sol!"

E o Louco: "Agora que você falou é que eu reparei! Ele é o Sol! Então você deve ser o Fá! Prazer! Eu sou o Mi!" rsrsrs...

Daí, o Cebolinha estende a mão para cumprimentá-lo e o Louco se assusta, dando a entender que a mão do Cebolinha é um revólver. E não é que ele dispara bem na cara do Cebolinha? 

Então, já aparece, no quadrinho seguinte, o Louco sentado em uma cadeira de Sol dizendo:
"Puxa! O Sol está forte mesmo! Olha como você já está pretinho!"  Sacanagem...rsrsrs...

Além de revólver, o dedo do Cebolinha também acaba virando uma mangueira, que é usada para apagar o incêndio que ocorre no instante em que ele, revoltado com aquela loucura toda, chuta o Sol, que acaba indo parar na margem da página do gibi e, com isso, começa a queimar ela. 

O estrago foi tão grande que a historinha da Turma da Mata - que supostamente estava se preparando para ser iniciada - foi afetada. Quando o porco-espinho do Luís Cacheiro começou a indagar o que tinha acontecido, em nome do Rei Leonino, o Louco simplesmente deu no pé, no maior estilo de "foda-se se a escola de samba ficou prejudicada ao entrar no sambódromo, eu quero é carnaval!"

Abraços a todos.

Fabiano Caldeira.


---- >>> Banco de Imagens <<< ----







11 comentários:

  1. Uau, gostei dessa história! Eu adoro HQs do Cebolinha com o Louco! E é legal falar dessa história em clima de verão, por causa do tema dela ser do sol.

    Mas essa HQ não seria incorreta pros padrões atuais? Tenho certeza que a patrulha do politicamente correto iria ficar chocada com a cena do incêndio. Aliás, falando nisso, não procurei informações no Guia dos Quadrinhos de quando ela foi republicada. Talvez foi num almanaque do Cebolinha de 1994 ou 1995.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniel! Também não tenho essa informação de republicação. Quem deve saber é o Marcos.

      Hoje em dia, pra empresa, tudo é incorreto. Só não é incorreto encher as revistas com desenhos horrorosos de carimbados. Suponho que olhariam o incêndio como algo que não foi provocado intencionalmente. Mas o tiro que o Cebolinha levou no meio da fuça, talvez não perdoariam isso. Quem sabe???

      Excluir
    2. Daniel, ela foi republicada como história de encerramento de "Coleção Um Tema Só Nº 11 - Cebolinha e o Louco", de 1995.

      Excluir
  2. Espetacular...traços, roteiro, hoje não tem nada assim no capricho e por falar em nada de republicar essa maravilhosa HQ! :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa HQ poderia ser republicada num almanaque do Louco. Deve ter sido. Não foi, não?
      Um abraço.

      Excluir
  3. Adorei os traços do por do sol. Linda arte. Obrigado por postar fabiano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OPA! Que bom que gostou! Essa revista é realmente bem especial!

      Excluir
  4. História excelente,o traço nem se fala, o início com o sol clareando o cebolinha e o efeito da página final queimada ficaram impressionantes.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Muito engraçada essa hq, muito divertida... bons tempos

    ResponderExcluir

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!