sábado, 26 de dezembro de 2015

[Refletindo] Pesquisando na Internet....



Pesquisando na Internet, fico impressionado com alguns pontos de vista que leio - aquelas opiniões que o povo deixa em algum site específico. E aí, eu fico refletindo aqui, tomando cuidado para não fazer julgamentos, mas sabendo que isso pode ser inevitável:

Todo mundo ama cantores como Luan Santana, por exemplo, que representa bem a música de grande alcance popular. O pessoal sabe que ele, hoje, vive disso - e vive muito bem! - e todos amam. O mesmo acontece com os demais desse ramo (seja solo, dupla sertaneja ou banda).

Todavia, o mesmo não se reflete quando saímos da música (ou da TV) e caímos de paraquedas, por exemplo, no livro, na HQ. É verdade que está havendo um crescimento nessa área e algumas pessoas estão conseguindo de fato alcançar a expectativa de viverem produzindo sua arte. Embora, ainda não vejo aquele autor novo e/ou independente batendo no peito e afirmando que agora vive de sua atividade. Mas os comentários que tenho lido tratam com desdém essas pessoas. Chegam a citar Machado de Assis e até Shakespeare como bons ícones da literatura, mas condenam os novos e/ou desconhecidos. E percebo que não se trata de talento. Talvez, suponho que há um pensamento de que não se deve cobrar pela arte que fazem. 

Então eu penso: "Se um cantor popular consegue arrecadar boas cifras com sua arte na música, por que um desenhista de HQ ou um escritor de ficção não pode? De onde vem o conceito de que a arte em papel deve ser apenas gratuita para se tornar aceita? Essas pessoas já leram algo? Já tentaram produzir uma história? Elas têm consciência do trabalho que dá?"

 Essas questões me aparecem toda vez que faço essas pesquisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!