terça-feira, 22 de setembro de 2015

[Filme] INDICAÇÃO ZUMBI - PARTE II - A VOLTA DOS MORTOS VIVOS



Na postagem anterior, mostrei aqui o "classicão" de George Romero - A NOITE DOS MORTOS VIVOS, de 1968, uma produção onde ainda predominava o cinema em branco e preto. Agora vamos dar um pulo direto aos anos 80.

Ahhhh, os tão famosos anos 80!!!

domingo, 20 de setembro de 2015

[Filme] INDICAÇÃO ZUMBI - A NOITE DOS MORTOS VIVOS






Filmes "trashes" podem ser muito divertidos e uma ótima opção para passatempo. Existem muitos deles focados no horror e atualmente o grande filão a ser explorado se refere aos zumbis. Mas essas criaturas - que nem estão mortas e não andam nenhum pouco vivas - povoam essa arte já há muitas décadas. Indicarei alguns filmes assim nessa série de postagens. Para iniciar, um clássico:

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

[HQ] Donald e A INJEÇÃO


Compartilho esta HQ que, na minha opinião é considerada como icônica no núcleo dos patos da Disney porque reuniu com maestria a ganância e autoritarismo do Patinhas, as situações cômicas do Peninha e o lado esculachado, acomodado e (por que não?) submisso do Donald.

"A INJEÇÃO" foi publicada pela primeira vez em Fevereiro de 1982, em O PATO DONALD, n° 1580 (que, por sinal, tenho aqui na minha coleção, guardada com muito apreço) e eis que a tenho também no ALMANAQUE DO PATO DONALD, n° 8, de Dezembro 1988. 

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

[Vídeo] COLLAB MARVEL - ESTÚDIO ARMON





Cerca de 15 pessoas fizeram seus desenhos para a COLLAB MARVEL, uma ideia do Estúdio Armon.

O Estúdio Armon é um site de autoria do Fábio Gesse Dalphorno,  roteirista e desenhista de HQs no estilo mangá. 

O site foi criado para divulgar  e promover suas obras, assim como as de seu irmão - Lucas Gesse - e demais agregados. Os irmãos Dalphorno possuem várias HQs produzidas, algumas podem ser lidas "online" e outras estão à venda.

Para saber mais, visite o Estúdio Armon - www.estudioarmon.com.br/

Obrigado ao Fábio pelo espaço que me cede para publicar meus desenhos. Muito sucesso a vocês!

Abraços. Tudo de bom!

Fabiano  Caldeira.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

[HQ] Donald e o Mistério do Moinho de Vento


Olá, pessoal! Venho falar dessa HQ bem bacana do Pato Donald: "O MISTÉRIO DO MOINHO DE VENTO", publicada no Almanaque do Pato Donald n° 8, de Dezembro de 1988. Tive a sorte de resgatar esse exemplar que ganhei há muito tempo, quando eu tinha que conseguir notas boas na escola para que meus pais pudessem me dar revistinhas que não fossem sempre do Cascão ou Chico Bento. Faz alguns anos que consegui esta edição novamente e agora a guardo com muito carinho, folheando-a de vez em quando e relendo algumas de suas HQs. 

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

[Revista] Chico Bento N° 83: O Sanfonaço Valvulado


Em Novembro de 2013, a MSP trazia às bancas a edição do Chico Bento n° 83 pela editora Panini. Em vista dos altos e baixos nas historinhas - já tão citados por muita gente - até que gostei dessa edição. A HQ de abertura "O SANFONAÇO VALVULADO" nem é tão grande assim (comparada às demais aventuras que iniciam uma edição, que se arrastam por cerca de 20 páginas aproximadamente). Ela é bem movimentada no sentido de se passar em uma quermesse na Vila Abobrinha, portanto, os quadrinhos são grandes porque o artista se preocupou de colocar bastante personagens para ostentar o clima de movimentação de gente. E o Chico Bento fica muito fulo quando Rosinha resolve aparecer com Genesinho, obviamente, a fim de provocá-lo (houve uma pequena discussão antes). Para impressionar a garota, ele faz uma espécie de torneio musical com o menino rico, lindo, louro e metido a besta, que adora ficar com a Rosinha. 

terça-feira, 1 de setembro de 2015

[Texto] Vida

A vida está assim
Eu cuido de você
Você cuida de mim

Carinho, afeto, emoção
Calor humano, prazer, tesão
Vento, mar, ação


E vem a intempérie e causa um estrago
Um degrau da escada foi pra baixo
Fica difícil subir mais
Mas a persistência não se abandona jamais

Vem o acaso e traz um ocorrido
Faz o couro ficar tão dolorido
Remédios que curam podemos usar
A cicatriz fica pra lembrar

E vem a intempérie do tempo
E deixa frágil a casa sem alento
Súbita força vem da compreensão
Como se alcança a luz encarando a escuridão

Vem um acaso e traz um ocorrido
A comida estragou, só restou um cozido
A alma chora pela falta de alimento
E se conforta no coração de cimento

Muitos dias passam
Vários são os ventos
O castelo aos pouco se dá vida
O concreto vem do cimento

As muralhas foram erguidas
A casa nova está prontinha
A mobilia velha se faz presente
Pra valorizar os momentos da gente

Sempre o novo acontece
Mas o velho permanece
Sem passado não tem o agora
Sem história não tem o vambora

Porque a vida está assim
Eu cuido de você
E você também cuida de mim

Autor: Fabiano Caldeira