terça-feira, 12 de maio de 2015

[Revista] Novidades nos títulos da turma da Mônica "ne"


Segundo informativos nas redes sociais e blogues, as revistas de n° 1 "ne" (nova edição) da turma da Mônica estão começando a chegar nas bancas a partir desta semana. A distribuição é nacional e vem acontecendo aos poucos a fim de dar um fôlego a mais nas vendas do número 100 em suas versões especiais de capas metalizadas e interior com papel brilhoso que seria o couché ou similar. 
Algumas novidades foram anunciadas; eu as vi em dois lugares: o Universo HQ e o Blog do Rafa

A quem me prestigia com sua presença maciça, faz questão de permanecer aqui, informo em linhas gerais do que se trata: 

- parece que a base da capa vai mesmo servir para colocarem selos e códigos de vendas e demais atributos de identificação da edição; 

- agora as HQs terão os nomes dos artistas que trabalharam pela sua produção; esse é o ponto mais polêmico, pois há tempos que muita gente vinha se manifestando acerca desse aspecto e, mesmo agora, com o anúncio dessa novidade, já tem um certo "mimimi" nos comentários do Universo HQ;

- deram uma repaginada nas páginas de passatempo e de recados dos leitores (a antiga página de correspondência);

- dizem que haverá espaço para publicações de relatos de experiências de leitores para com os gibis; não faço a menor ideia de como farão isso, se será inserido na sessão de cartas ou se veremos algo à parte;

Outra coisa que não está nessa matéria, mas me informei ontem: está chegando nas bancas um novo número da revista da Tina. Será um suposto último número que fecha a suposta temporada. Segundo li no blogue Multi - conectado com você dizem que a revista voltará repaginada, mas sofrerá mais um hiato antes. Onde li, há um "mimimi" de um determinado profissional do estúdio que parece não ter ficado muito satisfeito com a decisão e se mostrou chateado pela revista não ter emplacado. Cada vez mais eu me convenço de que a empresa infelizmente ainda não pescou o "feelling" de seu público. Tina só ganhou apoio moral para ter uma revista porque era legal vê-la do jeito que era: no estilo dos anos 80 e 90. Mas daí, alguém pensou que seria uma boa ideia dar-lhe uma certa modernizada e mudar alguns atributos... e esse foi o erro, pois tudo ficou muito sem graça. E a resposta do público se refletiu nas vendas, pois essa Tina não é aquela que queríamos ver. Não rolou identificação. Simples assim.

Bom... por enquanto, as novidades são essas. Aqui ainda não chegaram as revistas "ne". Fui à banca ontem e hoje cedo e só tinham as  de número 100. Agora será uma questão de esperar para conferir pessoalmente o teor das edições.

Não peguei as imagens desses veículos informativos porque já viu, né? Tudo é motivo de "mimimi". Procuro evitar situações desnecessárias. 


Abraços a vocês e obrigado pelo prestígio de sua presença por aqui

Fabiano Caldeira.



4 comentários:

  1. Achei muito bacana mostrar os artistas das histórias, agora vai dar pra saber quem são os piores e os melhores, aquela página da história do Cebolinha lá da postagem do Universo HQ por exemplo, achei bem bacana os desenhos, já vou marcar o nome do artista, enquanto que na da Mônica o artista exagera nas caretas, já dá pra marcar também, assim como quem fez aquela história bem bacana que foi a melhor de tal edição. Sem dúvida uma das melhores mudanças até agora.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andre, sem dúvida que agora poderemos identificar melhor aquele artista que tanto gostamos. Vamos torcer para haver mais mudanças positivas nessas publicações.
      Um abraço!

      Excluir
  2. Sem dúvida tudo é motivo de "mimimi" hj em dia rsrs. Se não colocavam créditos, reclamavam; agora q vão colocar, reclamam tbm. Ninguém merece. Dessas novidades o q gostei mesmo foi de colocar créditos nas hqs, já tava na hora.

    Aqui tbm não chegaram ainda as mensais de maio. Repaginada na seção de cartas, passatempos e detalhes nas capas pra mim tanto faz. O q importa é conteúdo das hqs, q tudo leva a crer continuarão a mesma coisa.

    Pena q as sujeirinhas do logotipo do Cascão continuam coloridas. Dessa vez só deu pra perceber porque a cor predominante foi clara senão não daria para perceber as sujeirinhas.

    Revista da Tina sabia q daquele jeito q inventaram não ia durar muito, mas não pensava q ia ser tão cedo. Quebraram a cara. no dia q colocarem uma revista dela no estilo dos anos 80 e 90 e no formato de gibi convencional, aí sim dará certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, acredito que jamais veremos as historias da turma da Mônica com um padrão semelhante. Uma pena! Por mais que melhorem nos roteiros, essa mania de ficarem no copia e cola dos personagens acaba matando um pouco a arte da HQ. Pois aí sabemos que não houve empenho, esforço e talento para desenhar os personagens, mas sim apenas uma técnica de edição de imagens. Sobre a Tina, tinha que ser como antigamente mesmo. Os desenhos eram legais e ela era gostosa sem forçar a mente da garotada pra isso. Havia uma certa inocência e discrição que era fascinante. Um abraço!

      Excluir

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!