sexta-feira, 15 de maio de 2015

[Música] Eu era um lobisomem juvenil [ Legião Urbana ] / Geni e o Zepelim [ Letícia Sabatela ]


Se o mundo é mesmo parecido com o que vejo
Prefiro acreditar no mundo do meu jeito.
E você estava esperando voar,
Mas como chegar até as nuvens com os pés no chão?




Se você quiser alguém pra ser só seu
É só não se esquecer, estarei aqui.
Ou então não terás jamais
A chave do meu coração.


Legião Urbana é sem dúvida um grande legado da música brasileira que hoje sofre com muitas culturas, barulhos e bobagens. Claro que música ruim sempre existiu. Mas parece que estamos caminhando para tempos totalmente descartáveis. Não existe aquela paixão de construir uma banda, gravar um álbum, falar de coisas que vem do coração. Hoje em dia é só pegar um cara ou uma "mina" que causa e deixar fazerem o que quiser. Alguns rebolam, outros mostram colar de ouro e preciosidades e ainda dizem que o trabalhador honesto é um cuzão porque tem inveja dos cantores "ostentação" pelo bem material que conseguiram. Que pena que não se pode mais metralhar uma pessoa dessa, pois eu acho que é isso que gente assim merece. Enquanto muitos descem a lenha em tudo o que a Xuxa, uma profissional que entre erros e acertos procura fazer algo de bom por aí, esse mesmo pessoal adora esses novos ídolos da música descartável brasileira que ganham dinheiro de forma duvidosa e ainda massacram quem lhes ouve. Ainda temos um bom panorama de qualidade musical o qual infelizmente vem sendo praticamente invisível diante do impacto de tantos cantores inflamáveis. Sim. Inflamáveis - altamente perigosos, pois sua conduta, embora seja bastante enfeitada pelos programas da TV, é altamente duvidosa.

O vídeo abaixo mostra uma interpretação muito bacana da atriz Letícia Sabatela em "Geni e o Zepelim", pois já a conhecia na voz de seu compositor Chico Buarque de Holanda e, apesar da letra genial, achei o ritmo dele meio enfadonho (dá sono). Ela deu uma certa vida que caiu muito bem à obra. Uma pena que ela não lotou estádios e casas de shows durante vários meses seguidos, sequer a droga de TV em que trabalha chegou a dar visibilidade decente para seu talento vocal. Talvez, se ela tivesse um comportamento de palco vulgar e promíscuo como algumas pseudo-cantoras sensação do momento, de repente, ela poderia estar ostentando um sucesso deveras maior nessa área. Felizmente existem pessoas talentosas que, movidas pelos seus valores de bom senso, não se rebaixam a tanto, Graças a Deus!





2 comentários:

  1. Boa, Fabiano. De fato, hj a mídia só alimenta o q é descartável, sem se importar com o talento. Aí o lixo musical q se encontra hj. Uma pena.

    E gostei da interpretação na voz da Leticia Sabatella. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Estou ficando surpreso de ver alguns comentários teus por aí fora do assuntosdos gibis que tanto gosta. Gostei. Mas estou bem surpreso. Um forte aabraço!

      Excluir

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!