sexta-feira, 10 de abril de 2015

[HQ] Cascão em: O Sósia



E aí que é de se espantar ver uma HQ que abre com o Cascão andando, todo limpo e asseado, de repente ele cai em uma poça de lama e fica com raiva de ver-se sujo. E aí, ao virar a página, vê-se esta imagem que coloquei: Cascão caindo no lago, com muito gosto, para ficar limpo daquela sujeira toda e... eis que surge, então, o verdadeiro Cascão. Trata-se de duas pessoas diferentes, mas completamente idênticas. 

Isso já aconteceu uma vez entre Mônica e Gilda, nos anos 70 - Gilda era idêntica à Mônica, inclusive com o mesmo vestido vermelho, mas sua personalidade era doce, sem agressividade; às vezes, fico pensando que a Mônica verdadeira deve ter morrido e que os quadrinhos atuais devem mesmo é estar sendo protagonizados pela Gilda, isso sim! rsrsrs.... 

Voltando ao foco, como vemos na imagem acima, esse Cascão limpo, na verdade, é o Geraldino Augusto da Silva Sabrino - e não o Cássio Marques de Araújo (o verdadeiro Cascão que conhecemos tão bem). A historinha não explica bem de onde veio Geraldino, mas Cascão logo resolve pregar uma peça na turma toda, fazendo com que o menino se passe por ele. Dessa forma, vendo-o limpinho, o pessoal iria parar de pegar no seu pé para dar-lhe banho. Naquela época, era comum a turma bolar uns planos para dar um banho no Cascão. Hoje em dia, já não há mais essa característica nas atuais histórias.

Acaba sendo muito engraçado o espanto de todos. Mônica chega a querer beijar o suposto amigo no rosto e uma equipe de TV é chamada às pressas para documentá-lo tranquilamente dentro de uma banheira cheia de água no meio campinho (....kkkkk....). Por causa da repercussão televisiva, os pais de Geraldino aparecem e acabam com a brincadeira toda. O verdadeiro Cascão é encontrado tentando arrumar coragem para pular no lago, mas, no instante em que pula, é salvo por uma mão desconhecida que aparece dos céus e logo revela ser a mão de um leitor. 

Penso que essa história deveria ter entrado para aquela coleção de luxo em homenagem aos 50 anos do personagem, pois é muito boa. 

Ela foi publicada pela primeira vez em Cascão 47 - Editora Globo, 1987, já no fim do segundo ano na editora. Eu a tenho em uma publicação de 1998, intitulada: "Coleção Um Tema Só - Cascão - Cascão x Água". São cerca de 196 páginas com republicações de histórias sobre o tema - essa trama é a última. Os anos de origem são, na maioria esmagadora, de 1987, 88, 89, 90, 91. Como a seleção é enorme, não teve como fazer uma postagem falando de toda a revista, mas é claro que, ao longo do tempo, de vez em quando, irei compartilhando mais HQs dela.

Abraços a todos.

Fabiano Caldeira.



4 comentários:

  1. Parece ser ótima, os traços muito bons também. E essa capa do Um tema só ficou bem bonita.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa seleção é muito boa! São muitas HQs e de uma época de ouro!

      Excluir
  2. Muito legal essa. Sempre tinha hqs com sósias e engraçado q nunca explicavam de onde surgiam, como tem q ser. Em hqs de quadrinhos não precisa de tudo explicado.

    Esse Um Tema Só tem hqs muito boas como essa. Fizeram uma ótima seleção. Q bom q vc tem. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Marcos, também acho que nem tudo precisa ser explicado na HQ.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!