quinta-feira, 16 de abril de 2015

Facebook: Quando uma ideia não chega a lugar algum


Nessas horas que é bom ter um blogue.

Vi uma deixa para o assunto do momento no Facebook: "demissão em massa de jornalistas".

Embarquei na discussão, pensando que fosse encontrar reflexões bacanas sobre o que está havendo e o que precisa ser melhorado nesse meio midiático da imprensa informativa. Porém, tudo o que encontrei foi uma ação de alguém culpando o profissional da área que não tem diploma, como se ele fosse o culpado por tudo o que há de ruim no padrão de jornalismo de hoje. 

Na boa, me arrependi de ter entrado na conversa. Aliás, já venho me distanciado bastante desse tipo de situação no Facebook e não sei porquê pensei que esta seria uma exceção - um belo deslize meu. Admito que perdi a paciência, mas às vezes fica difícil suportar a maldade das pessoas. Ninguém quer ver o que pode ser melhorado, só ficam mesmo é querendo catar um bode expiatório e fazer com que acreditem que ele é o motivo para as coisas darem errado.

Entendo que o problema dos jornais não é esse. E entendo que há pessoas que sabem muito bem disso, mas não querem que algo seja feito. Ninguém quer pensar em como o jornalismo pode melhorar. Só querem acusar, acusar, acusar. 

Jornalistas estão sendo demitidos porque não há dinheiro para mantê-los. Esse é o ponto. Quando não devia ser. Mas é isso aí, irmão! Vivemos em um mundo capitalista mesmo, onde só sobrevive aquele meio de comunicação que atrai audiência, pois dali vem o o dinheiro. E foda-se o resto todo, foda-se a responsabilidade midiática com o que é levado às pessoas. O negócio é fazer dinheiro a qualquer custo e manter todo mundo em suas cadeiras.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!