terça-feira, 10 de março de 2015

[Livro] Tubarão


Que o clássico marítimo de Steven Spielberg foi adaptado de um livro, isso muitos sabem. Será que as pessoas também já tiveram a oportunidade de ler as tais páginas? Espero que sim!

Conheci a obra há uns dez anos e confesso que foi porque meu companheiro a tinha em sua pilha. Então peguei e comecei a ler. Muito boa a narrativa dos momentos em que se focava no peixe e, além disso, havia muito mais a explorar. Ao que me lembro, o tubarão aparece apenas em alguns momentos no romance.

Comparando com o que foi levado ao cinema - praticamente mais conhecido quando finalmente foi exibido na TV brasileira - há a nítida impressão de que o livro tem muito mais conteúdo e não é pelo terror dos mares, mas sim, a questão do delegado que acaba sendo quase como um herói, tendo que lutar solitariamente para que as pessoas, principalmente os turistas, não se tornassem presas fáceis e, ao mesmo tempo, lidar com seus dramas pessoais. Estaria ele com uma mulher incompreensiva? Teria um amigo traidor? Seria tudo coisa da cabeça dele, regada a álcool e um certo sentimento de posse? 

As palavras trazem à tona com maior perfeição a gama de sentimentos e sensações que envolve o delegado e sua esposa, o climão que se instaurou à praia que estava perdendo lucratividade sem que os banhistas pudessem aproveitá-la, a pressão das autoridades municipais exercida constantemente pela liberação do banho de mar, em nome da própria estabilidade financeira do lugar. 

No Skoob tem uma página tal qual muitos leitores registraram suas opiniões. Curiosamente, a capa que a ilustra é a mesma que tenho aqui, da Editora Record, constando como publicado no ano 2000 e tendo cerca de 264 páginas. Quem quiser conferir, é só ir até lá. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!