sábado, 14 de fevereiro de 2015

[Filme] Acampamento Sinistro - "trash" traz transexual como vilã



Depois da costumeira tenebrosa Sexta-Feira 13, vem aí.... o sábado 14! rsrsrs....

Sim. Bem assim mesmo, com uma pitada de comédia, mas mostrando que o terror pode não acabar por conta do calendário, é que foi feito o filme Acampamento Sinistro


Acima temos Angela, a monitora assassina
Abaixo temos uma das vítimas



O terrir (terror pra rir) tem seu nome original como "Sleepaway Camp II", ou seja, uma primeira versão foi feita anos atrás, mas as falhas de distribuição da época não permitiram que chegasse às locadoras. Também, a mudança de direção acabou fazendo com que esta história não se prendesse tanto à outra, de forma que não é preciso ver aquela, lá atrás, para entender e se divertir com esta. Entretanto, aos mais curiosos, recomendo que procurem sim, pelo primeiro filme, pois era uma época de anos atrás a este, cujo orçamento foi feito com um valor baixíssimo, quase inacreditável, resultando nesse estilo "trash" e trazendo à tona situações que hoje, em pleno ano de 2015, fico me perguntando se o cinema "legal" faria isso, pois aborda crianças convivendo com um pedófilo e uma transexual - esta se encontra na puberdade, sem entender porque tem que ser uma menina de pênis que, para "ajudar", ainda flagra seu pai com outro cara. Ra´, Rá, Rá! Demais para a cabecinha de uma criança, só poderia ser ela a assassina da turma.

Voltando ao filme que me lembro mais, "Sleepway Camp II", após alguns anos, ganha nova direção e deixa para lá as polêmicas para apresentar novamente uma história lixo (no bom sentido) de mortes em massa num acampamento distante de tudo. Confesso que preciso ver novamente essa obra, pois gostaria de me lembrar dos detalhes. A grosso modo, vamos vemos as pessoas morrendo, uma a uma, de formas muito esquisitas. E o mais estranho é que o filme não faz questão nenhuma de esconder quem mata. Vemos que é uma das monitoras que acaba pegando todo mundo e que ela tem uma desafeição em especial pela mulherada gostosa. Sim. Naqueles anos 80 sempre houve a tal exploração de jovens com os hormônios à flor da pele, loucos para ficarem sozinhos em eventos desse tipo para namorarem e partirem para uns pegas a mais. Daí, logicamente vemos um desfile do que eram as beldades na época, com roupas bregas e cabelos ainda piores, mas que significavam uma certa tendência aos descolados e populares. kkkk...

Então você vai vendo aquela matança toda, uma após a outra, e não compreende aonde o filme quer chegar, já que vemos quem faz e toda a piadinha envolvendo a morte de cada um. Eu me lembro bem que ela mata uma das gostosas numa fossa, no meio da merda, e faz uma piada envolvendo a personalidade da vítima. Em certo momento, começamos então a entender o que se passa e daí vem a referência ao anterior. Descobre-se que a tal monitora assassina era, na verdade, uma das crianças de um outro acampamento sangrento de ano atrás - o tal que, para o povo dali, era conhecido e visto apenas como mais uma lenda para assustar.  Descobre-se que havia uma tal de Angela Baker entre as crianças, que era transexual e, com isso, estava com a cabeça bem pirada e resolveu matar todo mundo após investidas de "bullying" e demais constrangimentos. Não obstante, agora devidamente operada (sem o pênis), ela retorna já como monitora. O fato de ela haver crescido e adotado um sobrenome diferente (em vez de Baker para Johnson) foi uma brilhante estratégia para que não fosse reconhecida. 

O engraçado disso tudo foi um cena em que aparece a assassina ao lado de uma vítima em potencial. Elas encontram uma coisa que vem a ser uma máscara bem ao estilo Jason. A vítima fica toda aflita e pergunta: "Que dia é hoje!" E Angela responde: "Sábado, dia 14.". E a graça está em ver o alívio da outra pessoa. kkkkk.... 

Não me lembro bem como o filme acaba, acho que procurarei vê-lo novamente nesta época de carnaval. Lembro que as imagens eras péssimas, os efeitos eram podres, mas tudo parecia imensamente divertido. Há dois sites que contam mais sobre ele. Vou colocar seu links aqui, mas já vou avisando que eles revelam ainda muito mais do que já falei. 

http://101horrormovies.com/2014/06/28/466-acampamento-sinistro-1983/ - para saber sobre a primeira versão tão desconhecida no Brasil

http://bocadoinferno.com.br/criticas/2010/07/acampamento-sinistro-1988/ - este já fala mais do film que assisti e ainda afirma que há um outro, uma continuação, uma suposta parte III. Desconheço totalmente.

Se você acha que a sua Sexta-Feira 13 não teve a tensão que merecia, que tal presentear-se com este filme hoje, sábado, dia 14? Fica a dica!


Acampamento Sinistro
Nome original: Sleepaway Camp II - Unhappy Campers
Ano - 1988 - EUA
Direção: Michael A. Simpson
Roteiro: Fritz Gordon
Produção: Jerry Silva, Michael A. Simpson

Curiosidade: Pamela Springsteen interpreta a vilã transexual Angela. Ela é irmã do cantor Bruce Springsteen.





2 comentários:

  1. O primeiro achei muito foda, onde vemos Angela ainda criança e tem toda uma seriedade, já neste segundo, dá uma descambada para um tipo de comédia trash.
    Achei brilhante o fato de há quase trinta anos, uma assassina transexual , rompendo com tabus mais fortes ainda naquele tempo.

    ResponderExcluir
  2. Preciso ver o primeiro filme, pois parece algo um pouco diferente do primeiro. Deve ser interessante.
    Esse segundo realmente foi bem trash, daqueles que a gente RI mesmo de algumas idéias ridículas ao longo da trama que, de tão ruim, acabam ficando muito boas dentro desse contexto.
    Um abraço!!

    ResponderExcluir

Peço educação e gentileza na troca de ideias. Obrigado!